Tipos de Melasma: Dérmico, Epidérmico e Misto

O melasma é a condição que faz com que a pele produza uma quantidade maior de melanina em determinadas áreas, levando ao surgimento de manchas marrons ou castanhas.

Essa hiperpigmentação ocorre especialmente em algumas partes do rosto, mas também pode se manifestar no antebraço e no pescoço, entre outros. O tamanho das manchas varia muito e pode ir desde manchinhas pequenas até uma grande mancha que recobre toda a face.

Além do grande desconforto estético, na maioria dos casos o melasma não representa perigos à saúde, mas em alguns casos sim, é preciso muita atenção.

Pensando nisso, vamos conhecer a seguir os diferentes tipos de melasma e o que cada um deles representa.

Tipos de melasma

Muita gente nem imagina, mas o melasma pode ser classificado de diferentes maneiras, veja:

  • Melasma epidérmico

Esse é o tipo de melasma que acontece quando a formação da melanina se deposita apenas na epiderme, que é a primeira camada da pele, que é a responsável pela proteção do organismo contra as agressões externas.

  • Melasma dérmico

Como o nome sugere, esse é o tipo de melasma que ocorre quando a melanina se deposita em uma camada mais profunda da pele, chamada derme. Ela fica entre a epiderme e a hipoderme.

Por estar em uma camada mais profunda, essas manchas são um pouco mais difíceis de serem retiradas.

  • Melasma misto

Ocorre quanto as manchas afetam tanto a derme quanto a epiderme.

Vale lembrar que as causas do melasma ainda são desconhecidas, mas entre os principais sintomas do problema é que as manchas começam a surgir no rosto, principalmente em áreas como a testa, maçãs do rosto, nariz e parte superior dos lábios, felizmente dá pra tratar em todos estes locais com o Creme Melan Free, que ajuda a diminuir quase 100% das manchas.

Existe ainda o melasma extrafacial, que acontece quando as manchas surgem em outras regiões do corpo, que não a face. Então, as manchas castanhas podem aparecer nas pernas, nos antebraços, no pescoço ou outras zonas.

Vale lembrar que as manchas do melasma tendem a ser bem irregulares, porém com bordas bem definidas. Além disso, na maioria dos casos, elas são iguais para os dois lados.

Os raios UV também podem ser os causadores das manchas na pele, visto que estimulam a produção de melanina. Então, quando não há a devida proteção, isso pode acabar gerando o surgimento do melasma ou do lentigo solar, que é um outro tipo de mancha.

O mais importante é proteger a pele, para evitar o aparecimento do melasma!